sábado, 10 de outubro de 2015

Simples devaneios em silêncio

Fui labirintos sombrios, sombras que outrora sabiam como tomar conta de mim.
Fui a renuncia de todos os caminhos seguros, carregando no olhar o fascínio por novos horizontes.
Fui um percurso de descobertas, impunemente marcado por discrepâncias fugazes que me incendiavam corpo e alma.
Fui demónios entranhados em carnes famintas, suadas, que ainda hoje preenchem o contorno das minhas vontades.
E continuo ainda hoje rebelde...
A mesma miúda que enfrenta a vida num todo.
A mesma mulher que enfrenta os desafios sem ilusões.
A mesma puta fina, bruta, alvoraçada que tantos criticam, que tantos invejam, que tantos assusto ou afasto, mesmo sem saber porquê...

6 comentários:

  1. O ser humano é complexo, com vontades, desejos vários, com coisas que nem ele/a próprio/a percebem bem mas que existem.
    No meio desse turbilhão de emoções e vontades vejo que não te perdes no caminho.

    Beijos rebeldes...ou demoníacos :P

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É da complexidade que renascem sempre os prazeres que melhor saciam a vida...

      E sim, prefiro os beijos demoníacos...

      Excluir
  2. Em silêncio acarinho aos teus devaneios... ;)
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Devaneios impenetráveis e tão nossos...

      Beijo meu

      Excluir
  3. és assim... quero[te] assim... nunca mudes... gosto de ti assim.

    bj doce

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E eu também gosto muito de ti assim, simplesmente simples...

      Beijo (te)

      Excluir